Back

Tem início o programa de estágios ‘Estrelas em Potência da CEM', o terceiro ano da presença dos estagiários da MSO na CEM

Macau, 25 de Setembro de 2012

Pelo terceiro ano consecutivo, a CEM junta-se novamente à Associação de Paralímpicos de Macau para organizar o programa de estágios ‘Estrelas em Potência da CEM’. Ao abrigo deste programa de estágio com a duração de 4 meses, seis formandos com deficiência intelectual vão trabalhar em conjunto com os empregados da CEM nas Direcções de Recursos Humanos, Sistemas de Informação, Operação e Manutenção da Rede, Aprovisionamento e Logística e no Gabinete de Comunicação e Relações Públicas. O programa de estágio pretende dotar os formandos com competências de trabalho, ampliando assim a sua auto-confiança e facilitando o seu ingresso futuro na sociedade. A cerimónia de lançamento do programa decorreu no edifício da CEM hoje, pelas 15h30. De entre os convidados presentes incluiam-se Yu Yiguan, Director do Departamento de Serviço Social do Gabinete de Ligação do Governo Central Popular na RAE de Macau, Hung Ling Biu, Chefe do Departamento de Formação Vocacional da Direcção dos Serviços para os Assuntos Laborais, Chow Pui Leng, Directora do Centro de Apoio Psico-Pedagógico a Ensino Especial da Direcção dos Serviços de Educação e Juventude, Jackie Sou, Chefe da Divisão de Reabilitação Substituta do Instituto de Acção Social, Mak Soi Kun e José Pereira Coutinho, membros da Assembleia Legislativa da RAE de Macau, Vong Kok Seng, Presidente da Comissão de Ligação CEM-Clientes, membros da Comissão de Assuntos de Reabilitação, Ada Lo, Presidente da Comissão Executiva da Associação de Paralímpicos de Macau (MSO), Hetzer Siu, Director Nacional da MSO, Franklin Willemyns, Presidente da Comissão Executiva da CEM, e João Travassos da Costa e Jorge Vieira, Administradores Executivos da CEM.

Desde o lançamento do programa ‘Estrelas em Potência da CEM’ em 2009, já participaram 20 estagiários. O objectivo do programa é proporcionar aos participantes oportunidades para adquirir competências de comunicação e trabalhar num ambiente laboral real, para melhor os ajudar a ajustarem-se à sociedade. No ano passado, após completarem o programa, a CEM contratou em regime de curto prazo três dos estagiários que tiveram um desempenho extraordinário, demonstrando que estas pessoas conseguem enfrentar os desafios do mercado de trabalho. Este ano, a CEM proporcionou mais estágios a pessoas com deficiência intelectual, que têm tido formação constante mas que não têm tido oportunidades de emprego, na esperança de, ao melhorarem as suas capacidades, melhor se integrarem na sociedade.

Franklin Willemyns, dirigindo-se aos presentes, agradeceu à Associação de Paralímpicos de Macau a oportunidade de organizar em parceria com a CEM este programa de estágios tão importante. Enquanto cidadão corporativo responsável, além de providenciar um fornecimento de energia fiável e de qualidade a Macau, a CEM também se esforça por cumprir proactivamente as suas responsabilidades sociais, participando em actividades de cariz social e beneficiente, e dedicando-se a servir a comunidade de Macau. Willemyns espera que, através deste programa de estágios, seja popularizado o conceito de uma sociedade inclusiva, e que mais instituições de Macau se inspirem e criem oportunidades de emprego para pessoas com necessidades especiais, e que os ajudem a integrar-se melhor na sociedade. Encorajou também todos os estagiários a darem o seu melhor neste período de quatro meses, para que, sob o olhar atento e paciente dos colegas da CEM, se maximize o objectivo do estágio.

Hetzer Siu Yu Hong transmitiu o seu agradecimento à CEM por cumprir as suas responsabilidades de empresa de cariz social, promovendo continuamente valiosas oportunidades de estágio aos intelectualmente deficientes, ajudando-os a lidar com o problema do emprego e ajustamento à sociedade, proporcionando-lhes um espaço para demonstrarem as suas capacidades. Graças ao entusiasmo da CEM e vontade dos estagiários, dez dos catorze que participaram nas duas anteriores edições do estágio já encontraram emprego e continuam empregados, confirmando a eficácia do programa. O programa deste ano vai focar-se num grupo de formandos relativamente menos aptos, e que portanto têm menores oportunidades de emprego e formação. Hetzer acredita que a CEM vai prosseguir este programa tão significativo no futuro, e que o público o apoiará, para construir um ambiente de emprego inclusivo para os cidadãos com deficiência intelectual.

A CEM coopera com a MSO desde 1996 recrutando estagiários com deficiência intelectual para serviços de lavagem de viaturas. Os empregados da frota automóvel da CEM louvam a sua concentração e cuidado no trabalho. De igual modo, a CEM também organiza o Grupo de Embaixadores da CEM, com visitas regulares em épocas festivas, encorajando os seus empregados a contribuir como voluntários. A CEM não se tem poupado a esforços na promoção de actividades de caridade e acção social, não só através de apoio monetário e técnico às organizações, mas também implementando um serviço comunitário que proporciona a manutenção de instalações eléctricas de famílias carenciadas.

Previous
Next
Baixe o APP CEM
google pay app store
© 2022 Companhia de Electricidade de Macau – CEM, S.A. Todos os direitos reservados.
Termos de Utilização do Website da CEM | Declaração de Recolha de Dados Pessoais