Back

A CEM, em parceria com as filiais da Taipa da Federação das Associações dos Operários de Macau, da União Geral das Associações de Moradores de Macau e a Associação Industrial e Comercial das Ilhas de Macau realiza seminário sobre Poupança de Energia e Segurança

Macau, 1 de Agosto de 2012

A Companhia de Electricidade de Macau – CEM, S.A. (CEM), em parceria com as filiais da Taipa da Federação das Associações dos Operários de Macau, da União Geral das Associações de Moradores de Macau e a Associação Industrial e Comercial das Ilhas de Macau realizou um seminário sobre ‘Poupança de Energia e Segurança’, a partir das 20:30h, no Centro de Serviços Integrados da Taipa da Federação das Associações dos Operários de Macau, com a participação de mais de 60 pessoas.

O objectivo do seminário é proporcionar aos clientes residenciais e comerciais da Taipa sugestões de poupança de energia e segurança da electricidade nas suas casas e promover a manutenção das instalações eléctricas comuns nos prédios, bem como dar a conhecer os serviços ao cliente da CEM. Participaram no seminário, entre outros, a Directora-adjunta Leong Meng Ian, da filial da Taipa da Federação das Associações dos Operários de Macau, o Director-adjunto Cheng Yuk da filial da Taipa da União Geral das Associações de Moradores de Macau e o Presidente Iun Ioc Va da Associação Industrial e Comercial das Ilhas de Macau. Também presentes estiveram o Assessor da Comissão Executiva da CEM Iun Iok Meng, o Director da Direcção de Clientes da CEM Keegan Cheang, e a Directora do Gabinete de Comunicação e Relações Públicas da CEM, Cecilia Nip.

A propósito da recente vaga de calor extremo a que o território esteve sujeito, referiu Iun Iok Meng, o consumo de energia tem estado no seu pico. Para cumprir com as suas responsabilidades sociais e promovendo o conceito de protecção ambiental e poupança de energia entre a população, cada ano a CEM realiza o ‘Concurso de Poupança de Energia’, que já ajudou a poupar 17 milhões de kWh de electricidade entre 2009 e 2011. Este ano foi acrescentada uma nova categoria no concurso, o ‘Grupo Residencial’, por forma a premiar clientes residenciais que se aplicaram na poupança de energia. Até à data limite para inscrição no concurso, 15 de Julho, 1528 clientes residenciais tinham já incluido o seu nome, bem como 350, 35 e 32 participantes, respectivamente, no Grupo de Instalações Comuns de Edifícios, Grupo de Restaurantes e Grupo de Hotéis. O número de participantes provou que os cidadãos de Macau estão bastante consciencializados da necessidade de poupança de energia. A comparação será efectuada baseada em seis meses consecutivos de facturação de consumo de electricidade, entre Junho e Novembro de 2012, com o período homólogo de 2011, e os que tenham poupado a maior percentagem de energia serão os vencedores do concurso. Iun Iok Meng disse ainda que o concurso vai ajudar os participantes a reconsiderar os seus hábitos de poupança na vida quotidiana, de modo a regerem-se por eles no futuro.

Keegan Cheang salientou que regularmente devem ser efectuadas inspecções e manutenção às instalações comuns dos prédios, para assegurar que funcionam em segurança. Muitos arranha-céus têm sido construídos de novo na Taipa, e estes edifícios são mais novos em comparação com outros de áreas distintas, mas ainda assim, os moradores também devem prestar atenção à manutenção e reparação das instalações comuns, de forma a evitar falhas de equipamentos eléctricos e acidentes que podem vir a acontecer. A CEM tem sempre atribuido muita importância à comunicação com os clientes a às suas necessidades. Para além dos encontro regularmente levados a cabo para fortalecer a comunicação com a população, a empresa também encoraja os cidadãos a poupar energia nas suas vidas diárias, e a escolher de forma adequada os seus electrodomésticos. Keegan espera que os moradores possam compreender a importância da manutenção e gestão das instalações comuns dos edifícios, para que o seu dia-a-dia não seja afectado pela falta de manutenção.

Durante o seminário, Leong Meng Ian salientou que devido ao tempo quente que assolou a região e ao aumento da população de Macau, por chegada de visitantes e população migrante, o consumo diário de energia eléctrica em toda Macau tem estado num ritmo crescente constante, chegando ao pico de 751 MW em 18 de Julho, quase mais 4% do que os 725 MW do mesmo período do ano passado. Isto demonstra que os residentes têm uma procura adicional de energia. Leong Meng Ian está satisfeita que a filial da Taipa Federação das Associações dos Operários de Macau tenha feito parceria com a CEM, a União Geral das Associações de Moradores de Macau e a Associação Industrial e Comercial das Ilhas de Macau para organizar o seminário e assim facilitar a comunicação entre residentes e engenheiros da CEM, promovendo o conhecimento da população sobre segurança da energia eléctrica, e passando a mensagem aos residentes de que a CEM faz todos os possíveis por porporcionar aos seus clientes serviços de alta qualidade. Além disso, tem apoiado a CEM na organização do Passeio Energético e na Feira Recreativa da Energia, transmitindo à população um conhecimento correcto sobre consumo de energia, e também no lançamento do Programa de Apoio ao Cidadão Sénior. Ela espera que cada residente se junte a esta campanha de poupança de energia para sustentar os recursos. Cada um de nós pode alterar os seus padrões de consumo de energia e utilizar produtos que ajudem a reduzir o consumo, e assim contribuir para a protecção ambiental.

Durante o seminário, o Engenheiro Sin Ka Man da Direcção de Clientes da CEM fez uma apresentação sobre a como escolher aparelhos eléctricos seguros e que poupem energia, e sugeriu algumas medidas de poupança de energia no lar. Para além disso, o Engenheiro Clark Tang também da Direcção de Clientes da CEM falou sobre a importância da manutenção e gestão das instalações eléctricas comuns nos edifícios, aproveitando esta oportunidade para explicar sobre os vários tipos de responsabilidade na área de instalações eléctricas comuns nos edifícios, os problemas que ocorrem com frequência na área de manutenção e gravidade desses mesmos problemas. A Técnica Deolinda Ma do Centro de Contacto de Clientes da Direcção de Clientes da CEM apresentou os vários serviços a cliente, incluindo e-Serviços que proporciona serviços de 24 horas sobre a informação de facturação, aplicações online e alteracões. Deolinda encorajou também os clientes a aderirem a serviços como factura electrónica, aviso de pagamento por SMS e o pagamento automático, e explicou várias da dúvidas mais frequentes sobre o Programa de Subsídio de Electricidade.

Previous
Next
Baixe o APP CEM
google pay app store
© 2022 Companhia de Electricidade de Macau – CEM, S.A. Todos os direitos reservados.
Termos de Utilização do Website da CEM | Declaração de Recolha de Dados Pessoais