Back

As instalações eléctricas nas áreas comuns do Edf. Sun Po foram remodeladas ao abrigo do “Programa de Subsídio para Melhoria da Segurança de Instalações Eléctricas em Áreas Comuns de Edifícios Antigos Baixos” da CEM

Macau, 26 de Agosto de 2021

A Companhia de Electricidade de Macau - CEM, S.A. (CEM) lançou o “Programa de Subsídio para Melhoria da Segurança de Instalações Eléctricas em Áreas Comuns de Edifícios Antigos Baixos” em Dezembro de 2020, para proporcionar financiamento e apoio técnico para a remodelação de instalações eléctricas em áreas comuns de edifícios “three-nil” (ou seja, sem entidades de gestão, organizações de residentes e empresas de gestão de condomínios) com mais de 30 anos e com menos de sete andares, por forma a eliminar potenciais riscos de segurança no uso de electricidade.

A CEM convidou os órgãos de comunicação social para um briefing de imprensa no Edf. Sun Po, um dos prédios intervencionados com 48 anos na Rua de Fernão Mendes Pinto. Espera-se que mais cidadãos reconheçam os resultados do “Programa de Subsídio para Melhoria da Segurança de Instalações Eléctricas em Áreas Comuns de Edifícios Antigos Baixos”, encorajando assim os cidadãos que receberam cartas-convite da CEM a responder activamente para participar no programa, procurando assim construir conjuntamente um ambiente seguro e habitável.

Tommy Cheong, Engenheiro da Divisão de Gestão de Serviços Técnicos da Direcção de Clientes, apresentou o projecto de remodelação. O edifício foi afectado por diversos problemas devido à sua idade e falta de manutenção, incluindo a dilapidação das instalações eléctricas nas áreas comuns, que podem estar sujeitas a acidentes e incêndios. A portinhola ficava a menos de 1 metro do chão, o que a tornava vulnerável a inundações. Uma inspecção revelou que a caixa de colunas (CCL) apresentava um risco de fuga de corrente, expondo os moradores ao perigo de choque eléctrico. Com o novo desenho, a CEM transformou a portinhola num quadro de colunas, elevando-o a cerca de 1,5 metros acima do chão, o que poderá reduzir significativamente os impactos de inundações. Além disso, a CEM substituiu o antigo condutor de terra do edifício por um novo e conectou todas as partes metálicas das instalações eléctricas nas áreas comuns do edifício (incluindo o CCL) ao condutor de terra, a fim de reduzir efectivamente o risco de choque eléctrico e garantir a segurança eléctrica para todas as habitações. Além disso, considerando que os moradores poderão querer aumentar a sua potência contratada no futuro, a capacidade de fornecimento de energia das instalações eléctricas nas áreas comuns foi também aumentada durante a remodelação.

O Sr. Leong, um dos proprietários do Edf. Sun Po, disse que todas as residências usam ar-condicionado no Verão, o que resulta num aumento do consumo de electricidade. Anteriormente, registavam-se curtos-circuitos com alguma frequência, o que nunca mais aconteceu após a remodelação. Enquanto que os fios nas áreas comuns costumavam estar todos emaranhados, agora não há mais fios de cabos eléctricos expostos, pelo que o acesso ao prédio e o uso de electricidade está muito mais acessível. Além disso, recordou-se que o prédio foi seriamente inundado durante a investida do forte tufão Hato. Com as caixas eléctricas relocadas para uma posição mais elevada durante a remodelação, agora não necessitam mais de se preocupar com o fornecimento de energia a ser afectado por inundações. Ele está muito satisfeito com a realização do projecto.

Uman Cheang, Director da Direcção de Clientes da CEM, disse que a CEM tem vindo a inspeccionar e a examinar edifícios elegíveis e que enviou cartas-convite a 68 edifícios, envolvendo 1508 habitações. As instalações eléctricas nas áreas comuns de um edifício são de propriedade conjunta dos proprietários, que devem assumir a responsabilidade de contratar técnicos electricistas experientes para realizar manutenção e reparação periódicas para garantir a segurança eléctrica e habitacional. No entanto, muitos edifícios antigos apresentam potenciais riscos quanto à segurança eléctrica de diferentes graus que precisam ser resolvidos. A CEM espera que o sucesso da remodelação das instalações eléctricas do Edf. Sun Po possa levar a que os proprietários dos edifícios que receberam convites participem activamente no programa e que também possa aumentar a consciencialização dos cidadãos sobre a segurança das instalações eléctricas nas áreas comuns dos seus edifícios.

O “Programa de Subsídio para Melhoria da Segurança de Instalações Eléctricas em Áreas Comuns de Edifícios Antigos Baixos” foi estabelecido pelos accionistas da CEM em 2020 com uma contribuição de 30 milhões de patacas. Estima-se que 150 a 200 edifícios possam vir a ser subsidiados para a remodelação das instalações eléctricas nas áreas comuns nos próximos três anos, beneficiando cerca de 3.000 habitações. O subsídio atribuído a cada caso está limitado a 80% do custo total do projecto, sendo que os restantes custos serão suportados pelos proprietários. Com o apoio dos departamentos governamentais relevantes, a CEM fará a supervisão técnica de acordo com a lei e regulamentação local para orientar os empreiteiros a realizarem a remodelação de forma ordenada. Os cidadãos podem visitar o site da CEM (www.cem-macau.com) para verificar se o seu edifício está na “Lista de Edifícios Elegíveis”, inserindo o nome do edifício e ficar a conhecer melhor sobre os detalhes do programa de subsídio. A lista será actualizada regularmente.

Previous
Next
Baixe o APP CEM
google pay app store
© 2022 Companhia de Electricidade de Macau – CEM, S.A. Todos os direitos reservados.
Termos de Utilização do Website da CEM | Declaração de Recolha de Dados Pessoais