Back

Desenho preliminar

A CEM solicita aos cidadãos a prestarem atenção às disposições do trânsito durante os projectos de optimização do fornecimento de energia em bairros antigos

Macau, 15 de Setembro de 2020

De forma a aumentar a capacidade de fornecimento de energia nos bairros antigos e fazer face à crescente procura de energia de comerciantes e residentes, a CEM e o Governo da RAE de Macau anunciaram recentemente que foram seleccionados nove locais em Macau, Taipa e Coloane para a construção de postos de transformação adicionais. Os locais incluem o Beco dos Faitiões, o Largo do Aquino, um terreno próximo ao n.o 14 na Travessa do Cais, o n.o 13 na Travessa dos Mercadores, o cruzamento da Rua da Tercena com a Travessa do Armazém Velho, a Rua de Entre-Campos, o Beco da Rosa, um lote de terreno em frente ao n.o 35 na Rua Correia da Silva na Taipa e a zona pedonal perto da Rua do Tassara em Coloane. Os trabalhos preparatórios para o projecto tiveram início no primeiro trimestre de 2020. Actualmente, o posto de transformação exterior em Coloane já foi concluído. As obras de engenharia civil de 4-5 postos de transformação deverão estar concluídas ainda este ano, enquanto que as restantes deverão estar concluídas no segundo trimestre de 2021.

Macau tem recursos muito limitados em termos de terrenos disponíveis, especialmente nos bairros antigos. A maioria dos edifícios são baixos e geralmente cobrem uma área pequena, não oferecendo condições para construir um posto de transformação. O projecto de construção de nove postos de transformação adicionais em bairros antigos recebeu forte apoio do Governo da RAE de Macau, uma vez que pode aumentar significativamente a capacidade de fornecimento de energia nessas zonas.

Em Junho e Julho deste ano, a CEM organizou seminários para várias associações e organizações de residentes, bem como enviou cartas aos residentes e comerciantes das nove zonas onde serão construídos os postos de transformação, para apresentar os projectos de optimização do fornecimento de energia, na esperança de que estes aproveitem a oportunidade para planear a procura futura de energia o mais cedo possível, renovem as suas instalações eléctricas e se equipem para aumentar a potência contratada para assim fazerem face às suas necessidades de consumo de electricidade. Até ao momento, a CEM recebeu mais de 200 candidaturas. Espera-se que mais pedidos sejam entregues depois que alguns proprietários concluíram as discussões sobre a melhoria das instalações eléctricas em áreas comuns.

Os cidadãos sempre acreditaram que a dificuldade em aumentar a potência contratada nos bairros antigos se deve ao fornecimento insuficiente de energia da rede eléctrica. Na verdade, a rede eléctrica supriu todos os pedidos de aumento de potência contratada desde 2016. Após receber os pedidos dos clientes para aumento da potência contratada, a CEM analisa primeiro a rede eléctrica. Se envolver um projecto de modificação da rede, a CEM precisa de solicitar a respectiva escavação para a distribuição de energia ao cliente. Além disso, a situação também está sujeita ao estado das instalações eléctricas nas áreas comuns dos edifícios dos clientes. Em muitos casos, existem riscos de segurança ocultos devido à falta de reparação e manutenção regulares por muito tempo, portanto, os pedidos de aumento de potência contratada muitas vezes não podem ser atendidos. Como as instalações eléctricas nas áreas comuns dos edifícios são propriedade conjunta dos vários proprietários, eles devem inspeccionar e reparar as instalações eléctricas nas áreas comuns dos edifícios regularmente para garantir a segurança eléctrica e pública. Quando riscos potenciais de instalações eléctricas em áreas comuns dos edifícios são detectados pela CEM, são afixados avisos nos edifícios para lembrar os proprietários de reparar as instalações. Nos últimos três anos, a CEM emitiu mais de 300 avisos e enviou mensagens na factua de electricidade a mais de 20.000 proprietários. A CEM presta também aconselhamento técnico aos clientes quando necessário.

Uma vez que a CEM irá construir nove postos de transformação em bairros antigos para aumentar a capacidade do fornecimento de energia, um número vasto de projectos de escavação na via pública serão realizados nestas zonas e nas áreas próximas para optimizar a rede eléctrica. Durante os projectos, serão abertas valas para a instalação de cabos. Os trabalhos de escavação podem causar transtornos pelo que a CEM apela à compreensão dos cidadãos. A CEM irá manter uma comunicação próxima com os departamentos governamentais relevantes e empreiteiros dos projectos para minimizar o impacto das obras nos cidadãos. A CEM irá também colocar previamente avisos em edifícios e estabelecimentos comerciais no perímetro da área dos projectos, de forma a informar os cidadãos sobre as áreas afectadas e a duração dos projectos, permitindo-lhes planear em conformidade os seus planos de transporte.

Previous
Next
Baixe o APP CEM
google pay app store
© 2022 Companhia de Electricidade de Macau – CEM, S.A. Todos os direitos reservados.
Termos de Utilização do Website da CEM | Declaração de Recolha de Dados Pessoais