Back

A ‘Associação de Promoção do Desenvolvimento de Distritos’ visitou a CEM para discutir sobre o desenvolvimento de bairros antigos

Macau, 20 de Setembro de 2018

Sio Chong Meng, Presidente do Conselho de Administração da ‘Associação de Promoção do Desenvolvimento de Distritos’, e Chan Tak Seng, Presidente Executivo, lideraram um grupo de 8 membros para visitar a Companhia de Electricidade de Macau - CEM, S.A. (CEM), tendo sido calorosamente recebidos por Bernie Leong, Presidente da Comissão Executiva da CEM, e vários quadros executivos, incluindo Iun Iok Meng, Assessor da Comissão Executiva; Jane Leong, Directora da Direcção de Clientes; e Cecilia Nip, Directora do Gabinete para os Assuntos Regulatórios e Comunicação Empresarial. A Associação trocou pontos de vista e opiniões com o Presidente da CEM e quadros executivos no que respeita à sua preocupação sobre o plano de desenvolvimento dos bairros antigos, na esperança de trabalharem em conjunto para optimizar o serviço de fornecimento de energia nessas áreas.

Durante o encontro, Sio Chong Meng afirmou que depois da passagem de administração de Macau, a economia desenvolveu-se rapidamente e a qualidade de vida dos cidadãos tem vindo a melhorar constantemente. Contudo, os fortes tufões que se fizeram sentir, vieram mostrar o sério problema de inundações nas zonas de San Kio, Porto Interior e Rua da Praia do Manduco, falhando com os residentes dessas áreas no que respeita à partilha dos resultados do desenvolvimento económico. Chan Tak Seng agradeceu à equipe da linha da frente da CEM pelos esforços de reparação de equipamento levado a cabo durante a noite, mediante ambientes adversos, para permitir que os residentes pudessem ter o fornecimento de energia reposto o mais rápido possível, mas realçou que gostaria que a CEM pudesse melhorar o seu mecanismo de notificação de emergências e notificar a população antecipadamente para melhor preparação. Simultaneamente, espera que a CEM coopere com o governo para fortalecer a construção da infraestrutura local e os trabalhos de protecção de inundações do equipamento eléctrico, de modo a resolver completamente o problema do fornecimento de energia durante mau tempo na região.

Bernie Leong felicitou primeiro a criação da ‘Associação de Promoção do Desenvolvimento de Distritos’ e agradeceu pelo reconhecimento do trabalho da CEM. Durante o período em que o tufão “Mangkhut” atingiu Macau, as inundações nas zonas baixas da cidade atingiram os 2 metros de altura, e a CEM, a fim de proteger a segurança pública e as instalações eléctricas das inundações, teve que tomar a iniciativa de suspender o fornecimento de energia sem escolha. Esta decisão foi difícil, mas necessária.  

Em relação ao mecanismo de notificação de suspensão de energia de emergência, a CEM irá proceder à sua revisão. A CEM alertará os cidadãos sobre as medidas de suspensão de energia de emergência antes do tufão. Também manterá um contacto próximo com o Departamento de Defesa Civil durante o tufão, para monitorar as alterações no nível da água e avisar os cidadãos com antecedência, para que estes possam estar preparados para interrupções de energia que possam vir a ocorrer. Além disso, a CEM tem prestado muita atenção à melhoria e actualização dos equipamentos eléctricos nos bairros antigos. No entanto, existem muitos obstáculos que dificultam a sua implementação, nomeadamente a requisição de espaço apropriado para instalar ou realocar postos de transformação, o levantamento em altura de caixas de distribuição e portinholas nas ruas, entre outros, e isso requer a cooperação e apoio quer dos cidadãos quer das entidades envolvidas. No passado, através da cooperação com várias associações, a CEM promoveu acções para chamar a atenção dos residentes e solicitar a sua participação na melhoria de portinholas e equipamento eléctrico nessas zonas, mas infelizmente a resposta é ainda limitada. Bernie Leong também destacou que espera que os cidadãos entendam que o Contrato de Concessão define claramente o âmbito de responsabilidade dos clientes e da CEM. A CEM deve cumpri-lo. No entanto, no caso de uma emergência, a CEM também fornecerá assistência técnica de forma proactiva ao equipamento de fornecimento de energia pertencente aos residentes.

A CEM espera que tanto a Empresa como a Associação continuem a trabalhar em estreita colaboração no futuro para impulsionar conjuntamente o desenvolvimento da cidade.

Previous
Next
Baixe o APP CEM
google pay app store
© 2022 Companhia de Electricidade de Macau – CEM, S.A. Todos os direitos reservados.
Termos de Utilização do Website da CEM | Declaração de Recolha de Dados Pessoais