Back

A CEM organiza Cerimónia de Lançamento do “Álbum Comemorativo da Central Térmica de Macau – Os Dias de Glória” para comemorar a desactivação da Central Térmica de Macau

Macau, 13 de Outubro de 2017

Por forma a comemorar o desmantelamento da Central Térmica de Macau, a qual tem uma história de mais de 110 anos, a CEM preparou uma publicação especial intitulada “Álbum Comemorativo da Central Térmica de Macau – Os Dias de Glória”, para apresentar o extraordinário percurso da Central Térmica. A cerimónia de lançamento do “Álbum” teve lugar na Residência Oficial do Cônsul-Geral de Portugal no dia 13 de Outubro pelas 17h00, tendo estado presentes mais de 70 convidados que testemunharam este importante marco da história do desenvolvimento da energia em Macau.

De entre os convidados presentes estavam Vítor Sereno, Cônsul-Geral de Portugal, Zhu Hong, Vice-directora do Departamento para os Assuntos Económicos do Gabinete de Ligação do Governo Popular Central na RAE de Macau, Horry Hui, Director do Gabinete para o Desenvolvimento do Sector Energético, Vong Kok Seng, Presidente da Comissão de Ligação CEM-Clientes, Prof. Eduardo de Almeida Catroga, Presidente do Conselho Geral e de Supervisão da EDP, Fu Jianguo, Presidente do Conselho de Administração da CEM. Juntos destaparam o pano de fundo para desvendar o “Álbum Comemorativo da Central Térmica de Macau – Os Dias de Glória” por detrás das lentes. Com iluminação a incidir ao redor do “Álbum”, pretendeu-se mostrar que não só a Central Térmica de Macau, com mais de um século, localizada na Avenida de Venceslau de Morais, havia fornecido energia a um sem número de famílias, e que se tornou num marco e numa lembrança de várias gerações de pessoas em Macau. A CEM está agora a virar uma nova página de progresso e entrará numa nova fase de contributo para o desenvolvimento de Macau e serviço à comunidade.

Fu Jianguo, Presidente do Conselho de Administração da CEM, referiu no seu discurso que “A Central Térmica de Macau, que foi construída em 1905 e serviu o desenvolvimento social e económico de Macau durante mais de um século, testemunhou as grandes mudanças na história de Macau e apoiou a cidade no seu progresso. No início do século passado, a Central Térmica de Macau contribuiu de forma significativa para Macau, estabelecendo uma base importante para o arranque da economia. A partir das estatísticas, pode-se observar que o aumento do consumo de energia está intimamente ligado ao desnvolvimento económico de Macau. Desde a transferência para a China em 1999, o PIB per capita de Macau aumentou de MOP120.000 para cerca de MOP550.000 em 2016. Em linha com o plano de desenvolvimento geral do Governo da RAE de Macau, os trabalhos de demolição da Central Térmica de Macau tiveram início em Julho deste ano. A Central Térmica de Macau concluiu assim a sua gloriosa missão. Hoje, despede-se da comunidade de Macau com o sentido de dever cumprido.

Por outro lado, o Prof. Eduardo de Almeida Catroga, Presidente do Conselho Geral e de Supervisão da Energias de Portugal (EDP) partilhou com os presentes o envolvimento da EDP na história da CEM. A cooperação entre a EDP e a CEM começou na década de 70’. Vários colaboradores da EDP participaram na construção da primeira central de Coloane, onde foram instalados dois grupos a vapor de 20 MW, e que entraram em funcionamento em 1978. Em Dezembro de 2011, no contexto da parceria estratégica entre a EDP e a China Three Gorges (CTG), a CTG adquiriu 50% do capital da EDP Ásia. A EDP orgulha-se do seu envolvimento na CEM, fazendo parte da sua história, e beneficiando de uma excelente e frutífera cooperação em diferentes áreas. A EDP continuará a apoiar a CEM e o Governo da RAE de Macau em soluções que contribuam para a sustentabilidade da empresa e da região, para construir um futuro melhor e mais verde.

O “Álbum Comemorativo da Central Térmica de Macau” foi coligido com informação de grande relevância, incluindo a história da Central Térmica de Macau, o desenvolvimento do fornecimento de energia em Macau, memórias de ex colaboradores que trabalharam na Central, e muito mais. Para além disso, a CEM convidou vários artistas e fotógrafos locais, incluindo Ung Vai Meng, Tam Kai Hon, Lei U Weng, Ieong Kim Man, Tang Sio Fung, Kuan Ka Pou e Un Iok Meng, para recolherem os últimos gloriosos momentos da Central Térmica de Macau. O “Álbum” contém também fotografias históricas do quotidiano da população cedidas pelo Museu de Macau. Trata-se, pois, de uma publicação de grande relevo e valor histórico.

Previous
Next
Baixe o APP CEM
google pay app store
© 2022 Companhia de Electricidade de Macau – CEM, S.A. Todos os direitos reservados.
Termos de Utilização do Website da CEM | Declaração de Recolha de Dados Pessoais