Back

A CEM empenha-se em garantir o fornecimento de energia em face de tufão de grandes proporções

Macau, 24 de Agosto de 2017

Um corte no fornecimento de energia de grandes dimensões ocorreu ontem (23 de Agosto) pelas 12h24, devido ao facto de a rede eléctrica do Continente que abastece Macau ter sido fortemente atingida pelo Tufão Hato. Os dois circuitos de distribuição de energia de 220 kV que ligam Macau de norte para sul foram ambos danificados. Geradores pertencentes à Central Térmica de Coloane ficaram também inoperados devido ao apagão no Continente. Toda a rede eléctrica de Macau falhou. Antes da chegada do tufão, a CEM já fez todos os preparativos com base em planos de contingência. Iniciou os planos de contigência para tufões de sinal superior a 3 e 8, antecipadamente, e deixou os seus técnicos de sobreaviso para estarem preparados para eventuais trabalhos de reparação de emergência. Após a interrupção do fornecimento de energia, a CEM activou o procedimento “black start” e repôs com sucesso o fornecimento de energia a alguns clientes. Para além disso, a CEM manteve um contacto constante com os homólogos do Continente, através do qual foi acompanhando o evoluir dos danos e a situação de recuperação do fornecimento por parte da rede eléctrica do Continente. A China Southern Grid enviou mais de 2.000 técnicos de Zhaoqing e Shaoguan, bem como de outras zonas, para levarem a cabo os trabalhos de reparação de emergência em Zhuhai.

Pelas 13h26 do dia 23 de Agosto, o Continente repôs o fornecimento de energia a Macau através de uma interligação de distribuição de 110 kV em ‘standby’. Mais tarde, pelas 13h57, a interligação de distribuição de 220 kV foi também reposta. Como a carga de energia global não era suficiente para fazer face às necessidades de Macau, devido ao insuficiente fornecimento de energia por parte da China Continental na altura, a CEM em primeiro lugar repôs o fornecimento de energia a utilizadores cruciais, como sendo serviços públicos, departamentos de segurança, hospitais, importantes departamentos governamentais, companhias de telecomunicação e abastecimento de água, e agências de comunicação social. Entretanto, a CEM entrou em contacto com os seus clientes de maior dimensão, como por exemplo casinos, para lhes solicitar que reduzissem o mais possível o seu consumo de energia eléctrica, incluindo o desligar de ares-condicionados e iluminação de exterior. A CEM alertou também os cidadãos em geral, nomeadamente os que entretanto tinham já electricidade em casa, para também pouparem energia eléctrica, aviso que foi feito via página de Facebook e também através do Centro de Operações de Protecção Civil (COPC), para que deste modo mais cidadãos pudessem ter o fornecimento de energia reposto. No que respeita ao equipamento eléctrico destruído pelo tufão, a CEM enviou as suas equipas de manutenção, compostas por mais de 100 técnicos, para inspeccionar e reparar os referidos equipamentos, de várias zonas residenciais, durante toda a noite.

A CEM repôs o fornecimento de energia a mais de 210.000 clientes pelas 6h00 esta manhã. Em relação aos circuitos de fornecimento de energia da China Continental a Macau, o fornecimento de energia foi basicamente reposto às 9h00, após reparação durante a noite pelos técnicos da China Southern Grid. Contudo, como a extensão dos estragos provocados pelas inundações a instalações eléctricas na Praça de Ponte e Horta, Patane, Porto Interior, Fai Chi Kei, Zona Norte, Areia Preta e Cotai variam, o fornecimento de energia de cerca de menos de 30.000 clientes ainda não foi reposto. A CEM continua a inspeccionar e a reparar as instalações eléctricas danificadas pelas inundações, drenando a água e procedendo à sua limpeza. As instalações eléctricas entrarão de novo em funcionamento após passarem vários testes. A CEM está empenhada em repôr o fornecimento de energia a todos os clientes hoje, de forma a permitir que os cidadãos voltem às suas rotinas normais.

Além disso, a CEM prestou apoio técnico à CTM e à Macao Water na reparação das suas instalações eléctricas, incluindo a disponibilização de geradores móveis. A CEM tem mantido uma comunicação próxima com o Continente e com os relevantes departamentos por forma a aumentar a carga do fornecimento de energia, e está a tomar medidas para reparar o equipamento de geração em Macau danificado pelo tufão, para garantir um fornecimento de energia estável aos clientes.

Previous
Next
Baixe o APP CEM
google pay app store
© 2022 Companhia de Electricidade de Macau – CEM, S.A. Todos os direitos reservados.
Termos de Utilização do Website da CEM | Declaração de Recolha de Dados Pessoais