Back

A CEM apresenta os desenvolvimentos técnicos das infraestruturas de energia locais aos membros do Instituto de Engenheiros de Hong Kong

Macau, 17 de Março de 2016

A CEM recebeu a visita de uma delegação do Comité da Divisão para os Assuntos Eléctricos do Instituto de Engenheiros de Hong Kong (HKIE, na sigla inglesa) no dia 12 de Março, com o objectivo de apresentar os desenvolvimentos técnicos aplicados no sistema das redes de energia eléctrica de Macau. A delegação visitou a Subestação Lótus de 220kV da CEM, e foi acompanhada pelo Director do Departamento de Transporte e Distribuição da CEM, Billy Chan, pelo Chefe de Divisão, Vincent Lam, e por outros representantes da CEM. A Subestação Lótus de 220kV e a Interligação Lótus em “Espinha Dorsal” de 220kV entraram em funcionamento em 2012. Esta segunda interligação com a Guangdong Power Grid (GPG) foi muito importante para permitir importação adicional para a rede, contribuir para a melhoria da segurança e fiabilidade da rede e desempenhar um papel positivo e de estabilização do consumo de energia em Macau no médio e longo prazo.

O HKIE estabelece padrões para a formação e admissão de engenheiros. Tem definidas regras rígidas de supervisão da conduta dos seus membros e, tratando-se de uma sociedade de aprendizagem, providencia aos seus membros conhecimentos sobre os mais recentes desenvolvimentos em engenharia. O HKIE desempenha um importante papel de liderança em Hong Kong na área da engenharia, e alguns dos seus membro desempenham funções de gestão em importantes entidades, tais como a China Light & Power (CLP), a Hong Kong Electric (HKE) e o Departamento de Serviços Eléctricos e Mecânicos (EMSD, na sigla inglesa). Através destas visitas pretende-se estreitar a comunicação, bem como a troca de informação, conhecimento e experiência entre os vários membros da indústria da energia.

Em 2015, a CEM aplicou quase 78% do seu investimento na melhoria e expansão da sua infraestrutura. A construção e manutenção das redes de transporte e distribuição de energia são cruciais para a estabilidade do fornecimento de energia. Várias novas subestações foram construídas e entraram em funcionamento no ano passado, incluindo o Depósito da Subestação Primária no Cotai, construída para o Sistema do Metro Ligeiro, a Subestação Primária da Ilha Verde, e as Subestações de Comutação do Wynn Macau e do The Parisian. Múltiplos projectos de infraestruturas de transporte e distribuição serão iniciados em sucessão em 2016, incluindo o projecto do novo Edifício do Centro de Despacho e três novas subestações de alta tensão para o Hospital das Ilhas, para o Hospital Conde S. Januário, e para a ilha artificial da Ponte Hong Kong-Zhuhai-Macau. Como a terceira interligação, ligando a Subestação Lótus com a China Southern Power Grid (CSG), entrou em funcionamento em Agosto de 2015, a interligação entre a CEM e a rede da CSG foi substancialmente melhorada. A CEM irá continuar a investir em infraestruturas chave para apoiar o desenvolvimento de Macau e fazer face ao crescimento da procura de energia devido ao desenvolvimento da sociedade, para prestar serviços estáveis e de qualidade aos seus clientes.

Previous
Next
Baixe o APP CEM
google pay app store
© 2022 Companhia de Electricidade de Macau – CEM, S.A. Todos os direitos reservados.
Termos de Utilização do Website da CEM | Declaração de Recolha de Dados Pessoais