Back

A CEM e o Instituto de Administração Pública de Guangdong organizam em parceria um “Seminário sobre Cooperação Económica entre Guangdong e Macau” para executivos da CEM

Macau, 15 de Maio de 2015

A CEM, apoiada pelo Gabinete de Ligação do Governo Popular Central na RAE de Macau, organizou no dia 15 de Maio o ‘Seminário sobre Cooperação Económica entre Guangdong e Macau’ para executivos da CEM, em parceria com o Instituto de Administração Pública de Guangdong, tendo como objectivo permitir-lhes reconhecer melhor e compreender as condições nacionais e políticas no que diz respeito à cooperação económica entre Guangdong e Macau. A cerimónia de inauguração para o seminário teve a presença de Yang Jianwei, Vice-presidente do Instituto de Administração Pública de Guangdong, Chang Yuxing, Director do Gabinete de Ligação em Macau, bem como do Presidente da Comissão Executiva da CEM Bernie Leong, do Assessor Principal da Comissão Executiva da CEM Benjamin Yue, e do Assessor da Comissão Executiva Iun Iok Meng.

No seu discurso, Bernie Leong agradeceu ao Gabinete de Ligação em Macau pelo seu apoio, que permitiu à CEM co-organizar o seminário com o Instituto de Administração Pública de Guangdong sem dificuldades. A economia de Macau desenvolveu-se rapidamente desde a abertura do sector do jogo, ao mesmo tempo que o rácio da estrutura de fornecimento de energia da CEM se alterou também significativamente. Concretamente, a energia proveniente de Guangdong aumentou de menos de 10% em 2004, para 90% no ano passado, marcando portanto a importância da cooperação económica entre Guangdong e Macau. Desde meados de 2014, quando o Grupo Nam Kwong se tornou accionista da CEM, a CEM entrou numa nova fase de desenvovimento que lhe trouxe novas oportunidades de progresso.

Bernie Leong afirmou que a CEM, que está implantada em Macau há mais de 40 anos, tem exercitado o seu espírito de equipa profissional e assumiu a responsabilidade de fornecer energia estável e proporcionar excelentes serviços ao cliente aos residentes de Macau. Entretanto, a CEM deverá absorver mais responsabilidades sociais enquanto o governo da RAE de Macau promove a politica ‘um centro, uma plataforma’ para um desenvolvimento económico pluralista. ‘Um centro’ refere-se a construir Macau como um Centro Mundial de Lazer e Turismo, enquanto ‘uma plataforma’ significa a plataforma de serviços para cooperação de negócio entre a China e os países de expressão portuguesa. ‘Um centro, uma plataforma’ é o sentido do futuro do desenvolvimento que o Governo Central destinou para Macau. E portanto, a CEM deve cooperar totalmente com o governo da RAE de Macau no desenvolvimento do futuro.

Bernie Leong disse também que o teor da apresentação do primeiro ‘Seminário sobre Cooperação Económica entre Guangdong e Macau’ será a corrente situação nacional, as políticas económicas da RAE de Macau ao abrigo da política ‘um país dois sistemas’, formas de criar oportunidades para a cooperação ente Guangdong e Macau, a perspectiva para Macau e mais. Bernie acredita que isso vai certamente fortalecer o entendimento dos residentes de Macau sobre a pátria China, sobretudo em áreas que frequentemente tocam o quotidiano das pessoas como a política, a economia, a história e o desenvolvimento social. Bernie espera que os membros da CEM beneficiem do seminário, aprendam mais sobre a situação do desenvolvimento económico da China continental, e que ponham em prática o que aprenderam depois de regressarem a Macau, para contribuirmos todos para o desenvolvimento económico da China bem como da RAE de Macau. Estiveram também presentes na cerimónia de inauguração o Chefe de Divisão Sun Yangqing, o Sub-chefe de Divisão Pan Xiaowen e o Colaborador Sénior Chen Zhenhua do Instituto de Administração Pública de Guangdong, bem como os participantes no seminário da equipa de quadros superiores da CEM: Keegan Cheang, Ip Kam Veng, Billy Chan, Denis Chan, Jennie Lam, Edmond Etchri, Cecilia Nip, Uman Cheang, Luella Wong, Wendy Vong, Hellen Lok, Jimmy Cheung, Garrick Yuen, River Leng, Chris Chao, Cheung Chi Fai, Jenny Ma, Evan Liu, Jerry Lou, Miles Choi, entre outros.

O seminário teve a duração de um dia e meio, e incluiu a análise da actual situação de Macau, feita pelo Director Chang Yuxing, com apresentação das ‘Quatro Esperanças para Macau’ feita pelo Presidente Xi Jinping no ano passado, a palestra do Professor Wang Rihua intitulada ‘Actual Situação Internacional e Estratégia Diplomática da China’, e a palestra do Professor Cheng Hongyu ‘Cooperação Guangdong-Macau e a Construção de uma Zona Franca de Comércio’. Após o final do seminário ao meio-dia do dia 17 de Maio, o grupo de participantes no seminário visitou a Zona Franca de Nansha para observação e estudo ao abrigo do acordo feito pela China Southern Power Grid. Regressaram a Macau após uma visita ao Centro de Experiência de Electricidade na parte da tarde.

Previous
Next
Baixe o APP CEM
google pay app store
© 2022 Companhia de Electricidade de Macau – CEM, S.A. Todos os direitos reservados.
Termos de Utilização do Website da CEM | Declaração de Recolha de Dados Pessoais