Back

A CEM e a Federação das Associações dos Operários de Macau realizam em conjunto o evento ‘Um dia @ CEM’ para encorajar os jovens a estabelecer objectivos A CEM e a Federação das Associações dos Operários de Macau realizam em conjunto o evento ‘Um dia @ CEM’ para encorajar os jovens a estabelecer objectivos

Macau, 25 de Agosto de 2014

A CEM, a Federação das Associações dos Operários de Macau e a Associação de Voluntários de Orientação de Jovens de Macau levaram a cabo o evento ‘Um Dia @ CEM’ para encorajar os jovens a explorarem activamente as suas perspectivas de carreira e procurarem objectivos na vida. No Centro de Convenções e Entretenimento da Torre de Macau realizou-se hoje uma sessão de partilha pelos jovens participantes, que foi acompanhada por Bernie Leong, Presidente da Comissão Executiva da CEM, Chiang Chong Sek, Presidente da Federação das Associações dos Operários de Macau, Vong Kok Seng e Lei Chi Fong, respectivamente Presidente e Vice-presidente da Comissão de Ligação CEM-Clientes. Participaram no programa ‘Um Dia @ CEM’ um total de 19 alunos do ensino secundário e universitário, que foram distribuídos por vários departamentos da empresa para uma experiência de um dia de trabalho. Para uma melhor orientação dos alunos, e para usufruirem o mais possível da actividade, foram designados tutores séniores para os acompanhar, que explicaram o funcionamento dos departamentos e lhes transmitiram conhecimentos de trabalho.

Bernie Leong afirmou que a CEM sempre se empenhou em cuidar da comunidade. Com o objectivo de proporcionar actividades e experiências mais significativas e com benefícios para os adolescentes de Macau, bem como dar seguimento ao princípio da CEM de cultivar talentos locais, a CEM juntou-se à Federação das Associações dos Operários de Macau para levar a cabo pela primeira vez o ‘Um Dia @ CEM’ durante o período de férias de Verão. Esta actividade destinou-se a permitir aos adolescentes um melhor entendimento sobre a forma de funcionar da CEM, e também dar-lhes a oportunidade de se colocarem num ambiente de trabalho real, para alargar os seus horizontes e compreender a importância do espirito de equipa, e assim estarem bem preparados para os seus objectivos de carreira no futuro. No seu discurso, desejou aos estudantes muito sucesso na aplicação dos seus talentos aos empregos que conseguirem no futuro, para prestarem o seu contributo à sociedade. Além disso, durante os seus estudos, espera que os estudantes utilizem da melhor forma todas as oportunidades de aprendizagem para se enriquecerem, desenvolverem o seu potencial e adoptarem uma atitude honesta e positiva no que concerne ao seu trabalho no futuro. Desde 1991 que a CEM tem cooperado com a Universidade de Macau (UM), a Direcção de Serviços de Educação e Juventude (DSEJ) e a Escola Luso-Chinesa Técnico-Profissional (ELCTP) no lançamento de programas de estágio, e tem cooperado também com a UM, o Instituto Politécnico de Macau, a Universidade de S. José, o Instituto de Gestão de Macau e a DSEJ na criação de bolsas de estudo CEM para recompensar alunos com desempenhos notáveis, num esforço para cultivar os talentos locais.

Chiang Chong Sek é de opinião que os jovens do território têm grandes ideais e aspirações para o futuro, e os seus níveis de educação estão em constante desenvolvimento. A Federação das Associações dos Operários de Macau acredita que enquanto o governo e empresas proporcionarem mais apoio e oportunidades para os jovens acumularem experiência de trabalho e formação, eles serão capazes de atingir maior mobilidade vertical por seu próprio mérito, e induzir maior ímpeto ao desenvolvimento económico, dando desta forma um maior contributo para a sociedade. A Escola Secundária Técnico-Profissional Kung Luen de Macau, o Centro de Estudos Continuados Amadores e o Centro de Formação Vocacional debaixo da alçada da Federação das Associações dos Operários de Macau também estão a proporcionar mais oportunidades de aprendizagem para pessoas de diferentes níveis etários, pretendendo melhorar a competitividade dos trabalhadores locais. Nos anos mais recentes, a CEM tem feito parceria com a Escola Secundária Técnico-Profissional Kung Luen de Macau para organizar um curso de três anos em regime nocturno, ‘Curso de Operador Técnico de Sistemas de Energia Eléctrica’, como forma de dar oportunidades de formação a jovens locais que aspiram a juntar-se à indústria na parte técnica, bem como expandir o tanque de talentos necessário para o desenvolvimento de Macau.

Três jovens participantes partilharam as suas experiências no evento. Lui Chi Fung, um desses jovens, reflectiu que passou a perceber a natureza intrínseca e os valores de diferentes funções. Apercebeu-se também que além da competência, a comunicação eficiente no local de trabalho e uma relação harmoniosa entre colegas são igualmente importantes para aumentar a eficiência no trabalho. Trabalhando de forma próxima com um executivo sénior no evento ‘Um Dia @ CEM’, Lui compreendeu que os executivos na CEM estão constantemente ocupados com desafios que envolvem difíceis processos de decisão, com uma excelente gestão das funções e do tempo. Esta percepção abalou por completo a noção comum de que somente os quadros júniores têm muito trabalho enquanto os executivos de grau sénior têm menos trabalho.

Uma outra participante, Lam Ian Ian, disse ter trabalhado na Direcção de Despacho da Rede de Energia Eléctrica e admitiu que apenas pela designação do departamento, não podia fazer ideia da natureza da função. A sua curiosidade relativamente ao departamento depressa se transformou numa imensa vontade de aprender e trabalhar. Sendo uma estudante de Arte, não possuía conhecimentos no campo das ciências, e portanto deparou-se com algumas dificuldades em compreender a linguagem específica utilizada no local de trabalho. No entanto, o seu mentor envidou todos os esforços possíveis para lhe simplificar o complicado mecanismo do sistema de energia eléctrica. Lam também foi convidada a fazer uma visita a algumas instalações de geração de energia, o que realmente lhe alargou os horizontes e a fez compreender e apreciar o esforço de todo o pessoal da CEM para assegurar um fornecimento de energia suficiente na cidade. No futuro, espera poder trabalhar nos outros departamentos.

Vong Si Ian, outra participante, foi designada para trabalhar na Direcção de Clientes. Mostrou-se muito impressionada com a proficiência na língua inglesa, e com a elevada competência do pessoal de atendimento na resolução de problemas. Este contexto de imediato a fez recordar de um ditado antigo que diz ‘a sorte só protege os mais preparados’, e isso fê-la reflectir se estará pronta para agarrar as oportunidades com que se vai deparar no futuro. Esta enriquecedora experiência de um dia fez com que ponderasse no enorme esforço que está por detrás do fornecimento contínuo de energia eléctrica a Macau, onde os residentes, tais como ela, podem desfrutar da vida apoiados em inúmeros aparelhos eléctricos, tais como os aparelhos de ar condicionado e os termoacumuladores eléctricos em casa. Disse que se sentia em dívida para com todos os empregados que proporcionam um fornecimento estável de energia aos lares de Macau durante todo o ano, e mais importante também, sentia-se grata pela preciosa oportunidade oferecida pela Federação das Associações dos Operários de Macau e pela CEM.

Previous
Next
Baixe o APP CEM
google pay app store
© 2022 Companhia de Electricidade de Macau – CEM, S.A. Todos os direitos reservados.
Termos de Utilização do Website da CEM | Declaração de Recolha de Dados Pessoais