Back

CEM and Aliança de Povo de Instituição de Macau jointly hold seminar on energy saving and safety

Macau, 29 de Abril de 2013

Hoje, a partir das 20 horas, a CEM, em colaboração com a Aliança de Povo de Instituição de Macau realizou um seminário sobre Poupança de Energia e Segurança no primeiro andar do Centro de Serviços da Aliança de Povo de Instituição de Macau, ao qual assistiram cerca de 300 pessoas.

O objectivo do seminário era difundir mais informação aos clientes residenciais na Zona Norte sobre a poupança de energia nos lares durante o Verão, e sobre a utilização segura da electricidade, ao mesmo tempo que pretendia reforçar a questão da manutenção das instalações eléctricas comuns nos edifícios. Aos presentes explicou-se também a razão da ocorrência de interrupções de fornecimento programadas, e apresentaram-se os serviços a clientes prestados pela CEM. Estiveram presentes no evento o Director da Comissão Para os Assuntos dos Edifícios da Aliança de Povo de Instituição de Macau Ao Ieong Kuong Kao, o Director da Comissão Para os Assuntos de Juventude da Aliança de Povo de Instituição de Macau Henry Lei, o Director da Direcção de Clientes da CEM Keegan Cheang e a Directora do Gabinete de Comunicação e Relações Públicas da CEM, Cecilia Nip.

Ao Ieong Kuong Kao agradeceu em primeiro lugar o apoio da CEM. Salientou que a CEM tem proporcionado à população a oportunidade de comunicar com os representantes da empresa, o que por sua vez, reforçou a sua sensibilização para com a questão da segurança na utilização da energia eléctrica. Reconheceu assim o serviço de qualidade prestado pela CEM a toda a população de Macau, subscrevendo todos os esforços da CEM na divulgação por diversos meios, da forma correcta da utilização da energia eléctrica. Keegan Cheang afirmou que a CEM sempre atribuiu grande importância à comunicação com os seus clientes, tomando atenção às necessidades dos residentes, e por isso a Empresa realiza com frequência seminários nas próprias comunidades, para reforçar a comunicação com os cidadãos. A CEM encoraja também a poupança de energia doméstica, e a selecção de aparelhos eléctricos adequados e seguros. Keegan disse esperar que a população compreenda a importância da manutenção e gestão das instalações eléctricas comuns nos edifícios, de modo a que a vida quotidiana não seja afectada pela falta de manutenção.

Durante o seminário, Cecilia Nip encorajou os presentes a participarem no Concurso de Poupança de Energia de Macau. Para além de contribuirem para a protecção do ambiente, os concorrentes poderão também ganhar fabulosos prémios. O Concurso processa-se com as seguintes categorias: Grupo Residencial, Grupo Edifícios Públicos, Grupo Restaurantes, e Grupo Hotéis. A comparação será efectuada pelo consumo de energia eléctrica dos seis meses consecutivos de facturação entre Maio e Outubro de 2013, com o período homólogo de 2012, e serão vencedores os que conseguirem poupar uma maior percentagem de energia. Os clientes podem obter mais informações sobre o Concurso de Poupança de Energia de Macau 2013 em www.cem-macau.com, e inscrever-se no próprio website da empresa. A data limite para inscrição é 31 de Julho.

No seminário, o Engenheiro da Divisão de Serviços de Contagem da Direcção de Clientes da CEM, Sin Ka Man, apresentou algumas medidas práticas de poupança de energia no Verão. Depois, o Engenheiro Clark Tang, também da Direcção de Clientes da CEM falou sobre a manutenção e gestão das instalações eléctricas comuns nos edifícios, aproveitando a oportunidade para explicar os diferentes tipos de instalações eléctricas, e as responsabilidades de cada um na sua conservação, os problemas mais comuns na manutenção e a seriedade de cada um deles. A Gestora-assistente da Divisão de Contacto de Clientes da Direcção de Clientes da CEM, Deolinda Ma informou os participantes sobre a aplicação móvel utilizada para aceder aos e-Serviços e respondeu às perguntas mais comuns sobre o programa de subsídio do governo.

No final, Eddey Chan, Engenheiro Sénior da Direcção de Planeamento, Engenharia e Construção da CEM explicou as razões da ocorrência de interrupções de fornecimento programadas, e dos seus procedimentos. É inevitável suspender o fornecimento de energia temporariamente, por forma a melhorar a estabilidade do fornecimento. Por exemplo, a manutenção preventiva e os projectos destinados a reforçar o sistema de distribuição de energia não podem ser concluídos sem se suspender o fornecimento. De modo a minimizar os inconvenientes para os clientes, a CEM assegurar-se-á de que as interrupções serão efectuadas de modo controlado e executadas de forma precisa. Antes de proceder à interrupção do fornecimento de energia, a CEM distribui avisos pelos clientes afectados.

Previous
Next
Baixe o APP CEM
google pay app store
© 2022 Companhia de Electricidade de Macau – CEM, S.A. Todos os direitos reservados.
Termos de Utilização do Website da CEM | Declaração de Recolha de Dados Pessoais