Back

Membros da Conferência Internacional de HK de Desenvolvimento em Controlo, Operação e Gestão de Sistemas Energéticos visitam a CEM

Macau, 22 de Novembro de 2012

A 22 de Novembro, uma delegação composta por membros provenientes da Índia, Colômbia, Hong Kong, EUA e Suécia visitaram a Central Térmica de Coloane e a Subestação Lótus da CEM. Todos são participantes da 9ª Conferência Internacional de Desenvolvimento em Controlo, Operação e Gestão de Sistemas Energéticos (APSCOM), que se realizou em Hong Kong entre 18 e 21 do corrente mês, organizada pela Instituição de Engenharia e Tecnologia de HK (IET), com o apoio do Instituto de Engenheiros Eléctricos e Electrónicos, Inc. (IEEE), o Instituto de Engenheiros de HK (HKIE) e a CEM. Para o encerramento da Conferência, a delegação efectuou uma visita à CEM destinada a melhor conhecer o controlo, operação e gestão do fornecimento de energia em Macau, e também para ter uma perspectiva mais próxima das principais infraestruturas e tecnologias utilizadas pela CEM.

A APSCOM é um ponto de encontro para profissionais e especialistas, onde se trocam idéias, inventos e experiências para promover o desenvolvimento fiável, eficiente e sustentado da indústria de fornecimento de energia eléctrica. A APSCOM adquiriu o estatuto de uma das principais conferências internacionais na região sobre energia. O tema de 2012 da APSCOM é ‘Desafios e Oportunidades de uma Rede Inteligente – Sustentável, Comercializável, Acessível, Fiável e Tecnológica’.

A CEM tem o prazer de receber a visita de uma delegação da APSCOM às suas instalações. A liderar a delegação estava C.K. Lau, Engenheiro Chefe da Hong Kong Electric Co. Ltd. e Presidente da Conferência Internacional APSCOM 2012, a qual foi cordialmente recebida pelo Director da Direcção de Geração da CEM, Ip Kam Veng. A delegação visitou em primeiro lugar a Central Térmica de Coloane, onde puderam ver mais de perto o funcionamento e gestão da Central, seguindo-se uma visita à nova Subestação Lótus de 220kV. Ao mesmo tempo que os operadores das indústrias, corpos técnicos e investigadores em todo o mundo se confrontam com os desafios de gerir questões energéticas como a sustentabilidade, alterações climáticas adversas, adopção crescente de energias renováveis e eficiência energética de um modo mais eficaz e ponderado, a rede inteligente é considerada uma tecnologia emergente prometedora para que a indústria energética seja o motor da revolução na energia. A rede inteligente está a tornar-se uma iniciativa global para o desenvolvimento da infraestrutura da rede energética, permitindo às companhias de electricidade, sectores da economia, reguladores e consumidores gerirem a distribuição e utilização da energia de forma mais eficiente, através da participação activa sobre a cadeia de fornecimento de energia.

Para fazer face à iniciativa do Governo da RAEM de desenvolver Macau como uma das mais vanguardistas e dinâmicas cidades em termos de entretenimento e turismo, e continuar o aperfeiçoamento da fiabilidade do fornecimento de energia e dos níveis de serviço ao cliente, a CEM tem vindo a observar o desenvolvimento da rede inteligente já há alguns anos. Em 2011, a CEM efectuou um estudo sobre a tecnologia de rede inteligente, com o objectivo final de procurar tecnologias mais eficazes em termos de custos e assim fornecer energia de modo mais fiável. Realizaram-se várias visitas e promoveram-se discussões com outras regiões e empresas com experiência na área, para compreender melhor as características e vantagens da rede inteligente, e gradualmente, tem sido atingido um consenso interno em Macau.

Previous
Next
Baixe o APP CEM
google pay app store
© 2022 Companhia de Electricidade de Macau – CEM, S.A. Todos os direitos reservados.
Termos de Utilização do Website da CEM | Declaração de Recolha de Dados Pessoais